Santo do Dia: 05 de Abril - Mariano de La Mata Aparício

05 de Abril - Mariano de La Mata Aparício

Padre Mariano de la Mata Aparício nasceu em 31 de dezembro de de 1905 em Palência, norte da Espanha, de uma família profundamente cristã. Como seus três irmãos tinham ingressado na Ordem Agostiniana, ele também sentiu-se atraído para essa mesma vida sacerdotal.

Ordenado sacerdote, em 25 de julho de 1930, foi destinado a vir para o Brasil, em 21de agosto de 1931, para a paróquia de Taquaritinga. Foi professor e vigário da paróquia Santo Agostinho, em São Paulo. Foi superior da vice-província dos agostinianos e diretor espiritual das "Oficinas de Santa Rita de Cássia".

Distinguiu-se pela bondade. Era amável, mensageiro do amor. Sempre dava a Unção dos Enfermos às pessoas doentes. Distinguia-se pelo amor à Eucaristia e a Nossa Senhora da Consolação. Amava a natureza, cultivava com amor as plantas, emocionava-se com as beleza das flores. Era de caráter firme e generoso, coração aberto e sensível. Apesar da deficiência auditiva e visual, levava aos doentes o conforto da esperança e da Eucaristia. Dava assistência aos doentes e às suas famílias. Distinguia-se pelo amor à Eucaristia, a Nossa Senhora, aos pobres, carentes e necessitados. Suas grandes paixões: natureza, família, as Oficinas de Santa Rita de Cássia, as vocações agostinianas.

Padre Mariano morreu em 5 de abril de 1983, no Hospital do Câncer, em São Paulo . O processo de beatificação foi aberto em 31 de maio de 1987, pelo Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns. Em 20 de novembro de 2004, o Santo Padre reconheceu a veracidade do milagre que havia realizado e suas virtudes heróicas.

O milagre atribuído a Padre Mariano aconteceu em abril de 1996, em Barra Bonita, São Paulo. O menino João Paulo Palotto tinha 6 anos quando foi atropelado por um caminhão. Teve traumatismo encefálico grave, hemiplegia e olho esquerdo projetado para a frente, além de hemorragia, parada respiratória. Foi então que Padre Luís Miguel pediu que todos rezassem. O menino foi transferido para vários hospitais, até que em maio do mesmo ano de 1996, João Paulo estava totalmente recuperado, graças à intervenção de Padre Mariano.

Padre Mariano foi beatificado no dia 5 de novembro de 2006, na catedral da Sé em São Paulo presidida pelo representante do Vaticano, o cardeal José Saraiva Martins.

OpenBrasil.org / Paulinas
Santo do Dia - OpenBrasil.org
Página anterior Próxima página